voltar para Página InicialPesquisadoresAna Paula Lino de Jesus (Anita Lino)

Ana Paula Lino de Jesus (Anita Lino)

nasceu em 1990, na cidade de Americana (São Paulo). Tem formação em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e é mestranda em Antropologia Social pelo Programa de Pós-Graduação do Museu Nacional do Rio de Janeiro/UFRJ. Suas principais áreas de interesse incluem o estudo de línguas indígenas, canto, poesia, corpo, movimento, ritual, psicoativos, psicanálise e gênero/sexualidade. Já integrou o Centro de Estudos Mesoamericanos e Andinos na Universidade de São Paulo (CEMA/USP) como co-coordenadora do Grupo de Estudos de Língua Quéchua e agora é vinculada ao NuPeLi (Núcleo de Pesquisas Linguísticas, do Museu Nacional/UFRJ) e ao AnaConDa (Laboratório de Antropologia Movimentos Corpos e Sentidos, do Museu Nacional/UFRJ). Durante a graduação, recebeu prêmio de Mérito Científico por trabalho fomentado pelo CNPq. É musicista, multi-instrumentista e produtora musical independente.

was born in 1990 in the city of Americana (São Paulo). She holds a BA in Linguistics from the University of Campinas (Unicamp) and is MD student in Social Anthropology at of the Post Graduation Program of National Museum of Rio de Janeiro/University Federal of Rio de Janeiro (PPGAS/MN – UFRJ). Her main areas of interest include the study of indigenous languages, singing, poetry, body, movement, ritual, psychoactive, psychoanalysis and gender/sexuality. She has joined the Meso-American Studies Center and the Andean University of São Paulo (CEMA/USP) as co-coordinator of the Quechua Language Study Group and is now linked to NuPeLi (Nucleus of Linguistic Research, at the National Museum/UFRJ) and the AnaConDa (Anthropology Laboratory Movements bodies and senses from the National Museum/UFRJ). During the graduation, she received the Scientific Merit Award for work fomented by CNPq. She is a musician, multi-instrumentalist and independent music producer.

 

Publicações

Textos

Huautla de Jiménez e as vozes de María Sabina: Uma etnopoética pela cura em um espaço afeito ao som

Teses

“Palavra florida: Sobre cantos e viagens entre os mazatecos de Oaxaca, México”. Dissertação de Mestrado em Antropologia Social, Museu Nacional do Rio de Janeiro (UFRJ), 2017.

Comunicação

“‘Los hombres del ombligo’: a visita daqueles que 'se adiantaram’”. Seminário AnDanças - Laboratório AnaConDa / PPGAS-Museu Nacional, UFRJ. Museu Nacional/UFRJ, Rio de Janeiro (RJ).
“Huautla de Jiménez e as vozes de María Sabina: uma etnopoética pela cura em um espaço afeito ao som”. Seminário dos Alunos do PPGAS / Museu Nacional, UFRJ. Museu Nacional/UFRJ, Rio de Janeiro (RJ).
“Da curandeira à prostituta mazateca: potências terapêuticas em corporeidades femininas na comunidade de Huautla de Jiménez (Oaxaca)”. Foucault na Amazônia? Sexualidades Indígenas – Seminário NANSI/NAIPE/CEsTA (PPGAS/Museu Nacional – UFRJ). Museu Nacional/PPGAS, Rio de Janeiro (RJ).
“Matrimônio costumbrista e as metáforas do feminino: entre a dádiva e o poder”. II Seminário Multidisciplinar: Estudos Andinos no Brasil. USP – São Paulo (SP).
“Mal aire, de los Andes Centrales a Mesoamérica: Relaciones entre enfermedad y cura, identidad y alteridad”. XX Foro Estudiantil Universidad Veracruzana (UV). UV – Xalapa (Veracruz), México.
“Mujeres del valle del Río Mantaro: Lugares para pensarse el femenino simbólico en la cultura andina”. XX Foro Estudiantil Universidad Veracruzana (UV). UV – Xalapa (Veracruz), México.
“Mulheres do Vale do Rio Mantaro: Lugares para se pensar o feminino simbólico na cultura andina”. Jornada Nacional de Iniciação Científica – 65ª Reunião da SBPC, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). UFPE, Recife (PE).
“Daquilo que me sexualiza: pensando a diversidade sexual na escola”. Educar para a diversidade: conviver com a diversidade. APEOESP, Americana (SP).
“Soroche e alguns tabus: análise de narrativas mitológicas do vale do rio Mantaro”. VII Colóquio – Centro de Estudos Mesoamericanos e Andinos (CEMA)/USP. CEMA – USP, São Paulo (SP).
“Mulheres do Vale do Rio Mantaro: Lugares para se pensar o feminino simbólico na cultura andina”. XX Congresso Interno de Iniciação Científica da Unicamp. Unicamp, Campinas (SP).
“Mulheres do Vale do Rio Mantaro: Lugares para se pensar o feminino simbólico na cultura andina”. Semana de Estudos da Linguagem e Semana de Estudos da Educação da Faculdade de Americana (FAM) / SELFAM – SEPFAM. FAM, Americana (SP).

Participação em Seminário

“Estudo sobre os Andes”. Seminário Permanente de História e Arqueologia da Mesoamérica. CEMA – USP, São Paulo (SP).

Exposição de Fotografias

“Huancayo de Colores”. Espaço de Arte da Coordenadoria de Desenvolvimento Cultural (CDC) da Unicamp. CDC/Unicamp, Campinas (SP).
“Warmi Puquio: Um olhar sobre o feminino nos Andes Centrais peruanos”. Exposição de fotografias no Espaço de Arte do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas (NEPP) da Unicamp. NEPP/Unicamp, Campinas (SP).

Trabalho Musical